#EuGanhoÀSegunda
Conheça os vencedores do #EuGanhoÀSegunda: «A Cozinha Canibal» (Antígona).

Eu Leio em Casa e a The Book Company trazem aos seus leitores a série de passatempos #EuGanhoÀSegunda, com a qual se pode habilitar a ganhar um livro por semana. Durante a semana de 3 a 9 de julho, lançou-se um passatempo em parceria com a Antígona.

O passatempo permitia ganhar um exemplar de A Cozinha Canibal, de Roland Topor.

Foram muitas as participações e a escolha foi difícil, mas aqui ficam as 3 respostas vencedoras.

Joana Silva, com «Porque acredito na cozinha fácil e prática proponho: «Túbaros de pedófilo na frigideira». Ainda que, confesso, nunca tenha cozinhado nem exprimentado a receita, acredito piamente na abrangência dos seus benefícios.

Ingredientes:
– Túbaros – 1 kg
– Vinagre – 60 ml
– Dentes de alho – 3 un
– Folha de Louro – 1 un
– Pimentão-doce – 1 colher chá
– Sumo de 1 limão
– Piripiri moído – q.b.
– Sal e pimenta-preta – q.b.
– Banha de Porco – 15 g
– Azeite – 30 ml
– Salsa Picada – 1 colher sopa
– Picles picados – 3 colheres sopa

Método:
1. Cortar os túbaros ao meio e retirar-lhes a pele.
2. Colocar os túbaros numa taça com água fria e o vinagre durante duas a três horas.
3. Escorrer muito bem os túbaros. Cortá-los em pedaços para uma taça.
4. Temperar a carne com os dentes de alho picados, a folha de louro, o pimentão-doce, uma pitada de piripiri moído, sal e pimenta-preta. Regar com o sumo de limão. Mexer e deixar a marinar durante 1 a 2 horas.
5. Levar a banha e o azeite ao lume numa frigideira. Assim que derreter, colocar os túbaros bem escorridos. Quando estiverem cozinhados, retirar.
6. Colocar a marinada na frigideira e deixar reduzir o molho.
7. Colocar os túbaros numa travessa. Regar com o molho. Polvilhar com a salsa e os picles.».

Manuela Colaço, com «Beijinhos de bebé, em mousse rosa.»

Ingredientes:
– Meia dúzia de beijinhos de bebé, dados logo de manhã.
– Um pacote de nuvens em castelo
– 342g de amoras apanhadas num passeio pelo campo, de fim da tarde
– Pós de perlimpimpim em tons dourados q.b

Método:
1. Suster os beijinhos de bebé, com muito carinho e reservar. Bater muito bem as nuvens em castelo, até ficarem bem delicadas e fofas.
2. Passar por água as amoras apanhadas no dia anterior pela fresca e esmagar com a ponta dos dedos até obter um puré rosa. Obrigatório comer algumas das amoras, enquanto se processam as restantes.
3. Misturar os beijinhos de bebé com as nuvens fofas e de seguida adicionar o puré rosa de amoras, com muita delicadeza.
4. Um pouco antes de servir, polvilhar com pós de perlimpimpim dourados.
5. Comer com os olhos fechados e saborear delicadamente.

Marta Cruz, com «Salada ao pontapé»

O calor anda aí e certamente não só já não sabe o que levar à mesa que agrade a todos como não convém ligar o forno e acabar por aquecer ainda mais a casa. Também estamos nos tempos da praia e todos sabemos que o corpinho de Verão não chega por acaso. Quer, por isso, refeições frescas, leves e, de preferência, simples, verdade? Ora bem, a nossa sugestão de hoje é perfeita para matar o bicho, sem sudações extremas ou contagem de calorias. Experimente a nossa «Salada ao pontapé»!

Ingredientes:
– uma dúzia de pálpebras acabadas de arrancar
– os dedos de dois pés (de adulto)
– uma tigela de unhas 
– pestanas ou sobrancelhas q.b.
– um pepino grande
– três tomates maduros
– meia cabeça de alface iceberg
– uma orelha (para guarnição opcional)

Método:
1. Comece por colocar as pálpebras num recipiente e cubra-as com água quente, vinagre e aromáticas de forma a deixá-las num light pickle que dará uma outra vida à sua salada.
2. Corte uniformemente os dedos dos pés, em pedaços de cerca de um centímetro de espessura, sem esquecer se estão devidamente lavados e depilados. Se estiverem particularmente frescos e sangrentos, não desperdice nada! Faça os cortes com cautela deixando verter o sangue para um recipiente à parte – poderá sempre fazer, mais tarde, uma boa cabidela de narizes.
3. Cubra o fundo de uma frigideira com azeite e frite os seus dedinhos até estarem devidamente estaladiços. Uma dica: estarão no ponto ao saltarem as unhas. Deixe-os arrefecer.
4. Corte o tomate e o pepino aos cubos (numa proporção nunca inferior à dos dedos cozinhados) e misture-os na travessa em que servirá a salada. Depois, junte-lhes a alface, cortada ou desfeita à mão na proporção que lhe aprouver. 
5. Adicione as pálpebras e os dedinhos ao restante conduto da salada e prepare-se para pôr mão nos temperos: regue com um fio de azeite e vinagre e acrescente a devida pitada de sal. Polvilhe liberalmente com uma mão cheia de pestanas – e não se preocupe que, se não as encontrar na loja, as suas servirão perfeitamente!
6. Finalize com uma dose de unhas, para dar textura ao prato – quanto mais velhas, melhor! Por fim, pode sempre acrescentar uma orelha que, além de dar algum dramatismo à refeição, deixará toda a gente a lamber os dedos e a chorar por mais.

O Eu Leio em Casa dá os parabéns a todos os vencedores e agradece todas as participações. O #EuGanhoÀSegunda tem um novo passatempo todas as sextas. Contamos convosco.

***

Se quiser conhecer outros artigos do euleioemcasa.pt, subscreva a nossa newsletter. Não se preocupe. Não o vamos maçar todos os dias.