#EuGanhoÀSegunda
Conheça os vencedores do #EuGanhoÀSegunda: «O Silêncio das Mulheres» (Quetzal).

Eu Leio em Casa e a The Book Company trazem aos seus leitores a série de passatempos #EuGanhoÀSegunda, com a qual se pode habilitar a ganhar um livro por semana. Durante a semana de 19 a 25 de junho, lançou-se um passatempo em parceria com a Quetzal.

O passatempo permitia ganhar um exemplar de O Silêncio das Mulheres, de Pat Barker.

Foram muitas as participações e a escolha foi difícil, mas aqui ficam as 3 respostas vencedoras.

Ana Lemos, com «Fugitiva ou raptada? Livre ou prisioneira? Princesa ou escrava? Escolhia sempre Helena como narradora para uma nova versão da Ilíada, para ver e perceber a sociedade, a guerra, o Amor e o poder pelo olhar da mulher no centro do conflito.».

Herman José CR, com «Se pudesse ler uma nova versão da Ilíada, a personagem que narraria a história seria Hefesto dado o meu fascínio por deuses que coxeiam. Há uma dignidade no coxear de Hefesto que me comove. O mundo seria tão melhor se na vez de um deus omnipotente, omnisciente, omnipresente houvesse um deus que fosse marreco e coxo, isto é, um deus mais humano dos humanos. Assim sendo, o Canto I iniciaria desta maneira: “Canta, ó deusa, a perfeição de Hefesto, o Coxo”.».

Mónica Daniela, com «Se pudesse ler uma nova versão da Ilíada, escolheria Cassandra como narradora da história. Primeiro, porque é apenas interpelada em dois momentos da Ilíada e, depois, porque me parece uma personagem muitíssimo importante pelo seu papel enquanto voz de sibila que prevê o futuro, mas em que ninguém acredita.  O seu dom profético é aquilo que mais me atrai na construção da sua personagem, pelo que a escolho como narradora da história.».

O Eu Leio em Casa dá os parabéns a todos os vencedores e agradece todas as participações. O #EuGanhoÀSegunda tem um novo passatempo todas as sextas. Contamos convosco.

***

Se quiser conhecer outros artigos do euleioemcasa.pt, subscreva a nossa newsletter. Não se preocupe. Não o vamos maçar todos os dias.