Livros para a quarentena #3, por Nélson Nunes
Uma lista de cinco livros sugerida por Nelson Nunes.

Isto Tem Piada?, Jerry Seinfeld

É impossível condensar uma vida inteira num só livro, mas o comediante incontornável Jerry Seinfeld conseguiu encher algumas centenas de páginas com todas – todas! – as piadas que construiu nos seus infindáveis blocos de notas. E dúvidas houvesse do brilhantismo do cavalheiro que nos deu Seinfeld e Comedians in Cars Getting Coffee, já para não falar do facto de ter levado o stand-up a outro nível, desde os anos 70 até aos dias que correm, eis este volume para as anular. É caso para dizer: sim, Jerry, tem muita piada. Isto Tem Piada? é uma edição da Vogais.

Morreste-me, José Luís Peixoto

Lê-se depressa, mas o seu eco vive para sempre. A primeira vez que me cruzei com este texto inigualável de José Luís Peixoto mantém-se muito vívida na minha memória. Lembro-me de ter chorado, condoído com a agonia do autor na beleza (se é que posso dizê-lo) da perda de um pai. Regresso a este livro com alguma frequência e o baque é sempre inevitável, ainda que se vá metamorfoseando conforme o meu próprio olhar muda. Vale sempre a pena ler Morreste-me, uma edição da Quetzal.

From Cradle to Stage, Virginia Hanlon Grohl

É bem provável que já estejamos meio aborrecidos com o conceito de biografias e autobiografias de músicos, mas quando são as mães das nossas rockstars predilectas a contar-nos histórias inéditas da infância destes ídolos, a coisa fia de outra maneira. Foi essa a ideia de Virginia Hanlon Grohl, mãe de Dave Grohl, vocalista dos Foo Fighters e ex-baterista dos Nirvana, que decidiu entrevistar as mães de Michael Stipe, Dr. Dre e Adam Levine, entre outros, para depois reunir essas conversas neste From Cradle to Stage, que ainda não tem tradução portuguesa.

Life 3.0, Max Tegmark

Quando falamos de Inteligência Artificial, a curiosidade surge com o mesmo peso do temor. As perguntas são, por isso, muitas; as respostas, na sua vasta maioria, são incertas. O trabalho espantoso concebido por Max Tegmark consiste numa viagem por todos os cenários possíveis assim que esta tecnologia domine ainda mais o nosso quotidiano, dos cenários mais optimistas aos mais nefastos. Life 3.0 está traduzido para português pela Dom Quixote.

Ensaios Sobre Fotografia, Susan Sontag

Numa era em que estamos tão assoberbados de imagens em qualquer direcção para onde quer que olhemos, talvez importe recordar qual é o verdadeiro impacto e significado de uma fotografia. Esta colecção de ensaios de Susan Sontag, originalmente publicados no New York Review of Books entre 1973 e 1977, ajuda-nos a olhar para uma fotografia sem a habitual avidez algo leviana com que a consumimos no nosso tempo. Ensaios Sobre Fotografia é uma edição da Quetzal.

O autor

Nelson Nunes é escritor. Autor de livros como Preciosa (Planeta, 2019), Quem Vamos Queimar Hoje? (Vogais e Companhia, 2018), Isto Não é Um Livro de Receitas (Vogais e Companhia, 2017), Com o Humor Não se Brinca (Vogais e Companhia, 2016) e Quando a Bola Não Entra (Ideia-Fixa, 2015), começou pelo jornalismo na revista Focus, tendo passado pela investigação académica na Universidade Católica Portuguesa e pela assessoria de imprensa no Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol. Hoje é criativo na agência de storytelling True Stories.

***

Se quiser conhecer outros artigos do euleioemcasa.pt, subscreva a nossa newsletter. Não se preocupe. Não o vamos maçar todos os dias.