Libros y clausura
© DONOSTIA KULTURA

Manuel Vilas, autor de Em Tudo Havia Beleza (Alfaguara), publicou no El País um texto bastante pessoal sobre a sua relação com os livros por estes dias: «Un libro no puede sustituir a la brisa, a las calles, a los árboles, a las personas. Esa es la gran tragedia de los libros. Son espejos. Pero no son la vida. Son clausura. Sabiendo esto, me dedico a leer todos los libros que puedo.»

Continue aqui o texto de Manuel Vilas.

Se quiser conhecer outros artigos do euleioemcasa.pt, subscreva a nossa newsletter. Não se preocupe. Não o vamos maçar todos os dias.