«Quase se poderia dizer que eu vivo uma vida em quarentena de qualquer forma»
Anne Tyler «acha que seria errado» referir o coronavírus num livro.

Anne Tyler, autora norte-americana galardoada com um Prémio Pulitzer em 1988, com o livro Exercícios de Respiração, também conhecida por O Carrinho de Linha Azul (2017, Editorial Presença), prestou um conjunto de declarações curiosas à BBC, referentes ao confinamento que o planeta está a sofrer.

A autora referiu que sempre necessitou de estar sozinha e há muito que este afastamento social tem feito parte da sua vida. Anne Tyler vai ainda mais longe: «Quase se poderia dizer que eu vivo uma vida em quarentena de qualquer forma».

A galardoada autora de 78 anos, que tem já mais de 11 milhões de livros vendidos em todo o mundo, sente mesmo assim o impacto que o Covid tem tido na sua vida, mas rejeita utilizar o mesmo como tema nas suas obras: «Eu acho que seria realmente errado da minha parte começar de repente a falar sobre o coronavírus, nesta fase, em um dos meus livros».

Se quiser conhecer outros artigos do euleioemcasa.pt, subscreva a nossa newsletter. Não se preocupe. Não o vamos maçar todos os dias.